PRODUTOS PARA BARBEARIA CRESCEM 80% NA HAIR BRASIL

Maquiagem masculina também foi destaque na feira e ganhou até oficina

O maior evento de negócios de beleza da América Latina, a Hair Brasil, realizada na semana passada em São Paulo, registrou 80% de crescimento em produtos para o segmento de barbearia.

Dos 900 expositores, 35% ofereceram um mix exclusivo de itens para esse mercado, que vem crescendo a cada ano. “Nos últimos cinco anos, o segmento de produtos masculinos cresceu 16%. O Brasil é o segundo maior consumidor do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos”, ressalta Jeferson Santos, diretor da Hair Brasil.

Na palestra da farmacêutica bioquímica Luciana Moreno, que realiza pesquisas e desenvolvimento de matéria-prima para cosméticos voltados para os fios, ela enfatizou que a formulação de produtos obtidos com base em certas substâncias naturais promovem limpeza e tratamento das barbas sem risco de agressão à pele ou ao meio ambiente.

“É engano pensar que todos os produtos naturais são suaves; alguns podem ser agressivos para a pele, daí a necessidade de se pesquisar quais as substâncias mais adequadas para tratamento dos fios”, disse a profissional.

De acordo com Luciana, substâncias como o óleo de pracaxi (obtido na biodiversidade brasileira) e o óleo de camélia coreano estão em alta, assim como os produtos de limpeza cutânea cuja síntese se inicia a partir do açúcar (glucamida). Fora esses, há vários óleos que podem substituir o silicone, considerado negativo para o meio ambiente. Outros ativos podem ser os bioflavanóides retirados de frutas cítricas asiáticas.

“A formulação de cremes e géis de limpeza feitos com esses ativos são efetivos antioxidantes que oferecem, não somente suavidade, como proteção contra os poluentes que os habitantes das grandes cidades enfrentam. Os poluentes costumam prejudicar a pele e a barba dos homens e os consumidores atuais estão atentos a essas questões”, finalizou a palestrante.

Maquiagem masculina

Nesta edição da Hair Brasil, o blogueiro e maquiador, Fabiano Okabayashi, conduziu a primeira oficina de maquiagem para homens. E a procura foi grande pelos profissionais que oferecem o serviço nos salões de beleza e até mesmo em barbearias.

Fabiano Okabayshi confirma que o assunto ainda é tabu e uma barreira no universo masculino, mas os tempos mudaram e com o aumento dos serviços oferecidos para esse público, a maquiagem também passou a ganhar foco. “Prefiro acreditar que um homem moderno e que se preocupa com sua aparência deve se importar também em corrigir e, porque não, valorizar o rosto com técnicas de maquiagem”.

“Toda a pele deve ser higienizada, hidratada e preparada com um primer, além da aplicação da base líquida (à base de água); e após o uso do pó compacto, juntos eles ajudam a disfarçar sinais, cicatrizes, imperfeições e até mesmo manchas. Vale lembrar que correção das sobrancelhas e alinhamento de barba também fazem parte do processo de construção da beleza através da maquiagem”, diz.

Fabiano Okabayashi revela que viu a possibilidade de oferecer técnicas de maquiagem e automaquiagem para homens quando percebeu o interesse, cada vez maior deles em disfarçar olheiras ou manchas na pele. “Sendo assim, é importante montar um kit para levar sempre na mochila com filtro solar; primer para controlar a oleosidade da pele, base líquida de acordo com o tom da pele e pó compacto. Sombras e lápis marrons e pretos podem contribuir para o resultado final perfeito. É muito importante que a aplicação seja em camadas finas para haver naturalidade”, completa o blogueiro.

Fonte: Cosmetic Innovation